"Bernadette perguntou três vezes o nome da Senhora, que sorrindo e unindo suas mãos sobre o peito respondeu: Eu sou a Imaculada Conceição."
Quinta, 20 Março 2014 06:23

É gostoso estar com Deus (3° Dom Quaresma)

Escrito por  José Antonio Pagola
Avalie este item
(0 votos)

A passagem é cativadora. Cansado do caminho, Jesus senta junto ao poço de Jacob. Logo chega uma mulher para tirar agua. Pertence a um povo semi-pagão, desprezado por todos os judeus. Com toda espontaneidade, Jesus inicia um diálogo. Não sabe olhar ninguém com desprezo, e sim com grande ternura. “Mulher, dá-me de beber”.

A mulher fica surpresa. Como se atreve a entrar em contato com uma samaritana? Como se rebaixa a falar com uma mulher desconhecida? As palavras de Jesus a surpreenderam ainda mais: “Se soubesse o dom de Deus e quem é que te pede de beber, você pediria, e ele te daria a agua da vida”.

São muitas as pessoas que ao longo da vida, se vão afastando de Deus, sem apenas advertir o que realmente estava ocorrendo em seu interior. Hoje, Deus passa a ser um “estranho”. Tudo o que está relacionado com ele, lhes parece vazio e sem sentido: um mundo infantil, cada vez mais distante.

Eu os entendo. Sei o que podem sentir. Também eu me afastei um pouco daquele “Deus de minha infância” que despertava dentro de mim tantos medos e mal estar. Provavelmente, sem Jesus nunca me encontraria com um Deus que hoje, é para mim um Mistério de bondade: uma presença amigável e acolhedora em quem posso confiar sempre.

Nunca me atraiu a ideia de verificar minha fé com provas científicas: creio que é um erro tratar o mistério de Deus como se fosse um objeto de laboratório. Também os dogmas religiosos não me ajudaram ao encontro com esse Deus. Simplesmente me deixei conduzir por uma confiança em Jesus que foi crescendo com o passar dos anos.

Não saberia dizer exatamente como se sustenta hoje minha fé em meio a uma crise religiosa que me incomoda também, como incomoda a todos. Só diria que Jesus me trouxe a viver uma fé em Deus de maneira simples desde o fundo de meu ser. Se eu escuto, Deus não se cala. Se eu me abro, Ele não se fecha. Se eu me confio, Ele me acolhe. Se eu me entrego, Ele me carrega. Se eu caio, Ele me levanta.

Creio que a primeira e mais importante experiência é encontrarmos gostoso com Deus porque o percebemos como uma “presença salvadora”. Quando uma pessoa sabe o que é viver gostoso com Deus mesmo com nossa mediocridade, nossos erros e nossos egoísmos, Ele nos acolhe tal como somos, e nos impulsiona a enfrentarmos a vida em paz, dificilmente abandonará a fé. Muitas pessoas estão hoje abandonando a Deus antes de o terem conhecido.  Se conhecessem a experiência de Deus que Jesus espalha, o buscariam.

José Antonio Pagola

Teólogo e biblista espanhol

(Tradução livre: Dervile Alonço)

 

Ler 2841 vezes Última modificação em Quinta, 20 Março 2014 12:26

Links

Quer sugerir temas para buscarmos respostas? O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

Redes Sociais

    A Igreja também está presente nas Redes Sociais, acompanhe!